8.5 C
Porto
Quinta-feira, Maio 23, 2024

Vodafone Rally de Portugal: A tórrida tarde de Rovanpera

Kalle Rovanpera/Jonne Halttunen (Toyota) atacaram forte na tarde de hoje. Venceram as quatro “especiais” vespertinas e asseguraram o primeiro lugar do Vodafone Rally de Portugal. Da parte da manhã, nas primeiras passagens, houve alternância no topo da classificação, mas, apesar do calor intenso, próximo dos 35 graus,a tarde foi toda do campeão em título. Rovanpera é, assim, o principal favorito a vencer, mais uma vez, a prova portuguesa. Ainda faltam muitos troços, mas o piloto finlandês já demonstrou, por diversas vezes, saber gerir as vantagens. O público compareceu em grande número e sempre com um comportamento exemplar.

As mais lidas

PUBLICO
Um dia de calor com muito público em todas as “especiais”, mas sempre “longe do perigo” . Foto ACP/WRC

Passava um minuto das 8 horas da manhã, quando Thierry Neuville (Hyundai) arrancava para o troço de Mortágua 1. E já podia adivinhar-se um dia quente o que, na realidade, veio a acontecer. O que talvez poucos previssem foi a mudança constante de líderes e, no fim da primeira ronda, havia seis pilotos separados por escassos 6 segundos. Não tenho memória (e os camaradas que consultei também não) de que alguma vez isto tenha acontecido no Rally de Portugal, com tantos pilotos  a disputarem a primeira posição

 

As primeiras passagens do dia conheciam vencedores diferente – Neuville, Sordo, Katsuta – e as estradas iam sendo limpas. Os pilotos apresentavam uma queixa comum – o piso escorregadio. Na verdade, depois da super- especial da Figueira da Foz, “que parecia lixa”, como disse Rovanpera no final, os pneus estavam, com certeza, com fragilidades. Depois de poderem trocá-los, o que aconteceu em Arganil, ao fim de cinco troços, o ritmo mudou e a “dança” foi outra. E o finlandês deu o mote.

Com pneus novos, nem a temperatura alta incomodou Kalle Rovanpera; fez-se à estrada e não deu oportunidade à concorrência.

 

Assim, ao fim deste segundo dia,

1º Kalle Rovanpera/A. Johnston (Toyota)     52:51.4

2º Takamoto Katsuta/A. Johnston (Toyota)  +0,1

3º Sebastien Ogier /V. Landais (Toyota)      +3,1

4ºOtt Tanak/M.Jarveoja (Hyundai)              +3,2

5ºTierry Neuville/ M. Widaeghe (Hyundai)   +3,9

Por sua vez, a Toyota ocupa as três posições do pódio.

WRC 2

Na classe WRC2, para carros menos potentes e com pneus diferentes dos R1, Oliver Solberg/E.Edmondson( Skoda) fizeram o pleno e comandam a categoria com grande à-vontade.

WRC2 SOLBERG
Oliver Soberg/ A. Edmondson (Skoda) comandam a WRC2 Foto de JOAO DA FRANCA

Portugueses

Quanto aos pilotos portugueses, o dia foi de Armindo Araújo (Hyundai). Está na primeira posição, seguido de José Pedro Fontes (Citroen) e, em terceira, Pedro Almeida (Skoda).

SI202405090175 scaled
Armindo Araújo/Luís Ramalho (Hyundai) à frente entre os portugueses. Foto de Jeannus Ree/Redbull

O piloto tirsense, estava muito satisfeito com o carro, o que se notou no andamento. Mas também fortemente motivado para ser o “melhor português” como disse a O Cidadão

“ Podia ir mais depressa, mas queremos evitar quaisquer riscos; estamos a gerir para conseguirmos um grande resultado que é chegar ao final do rally e sermos a melhor equipa portuguesa.”

Do centro para o norte

A etapa de amanhã é extremamente complicada, pelo que Rovanpera tem de estar muito atento para não ser surpreendido. Prevê-se que as condições climatéricas sejam também muito diferentes das de hoje.

São troços muito técnicos e o de Amarante, com mais de 37 quilómetros de extensão costuma ser demolidor par as máquinas.

 

O início está agendado para as 8:05 e as classificativas de Felgueiras (8,9 km), Montim (6,7 Km), Amarante (37,24 Km) e Paredes (16 km) terão de ser percorridas por duas vezes.

 

O que eles disseram:

NEUVILLE/WYDAEGHE:

Mantive o plano até ao fim. Esperávamos condições mais húmidas e mais aderência, mas estou muito contente com a minha manhã. Depois do shakedown não estava bem, mas agora sinto-me muito melhor. Tentei gerir bem os meus pneus.”

EVANS/MARTIN

Não está a correr bem. O ‘feeling’ com o carro não é dos melhores.
 FOURMAUX/CORIA
“Temos estado a gerir os pneus durante toda a manhã. Houve muita limpeza de troços, mas estou satisfeito com a secção. Sabemos que muitas coisas podem acontecer na sexta-feira à tarde em Portugal”.
ROVANPERÄ/HALTTUNEN
Posso dizer-vos uma coisa: carro preto + este calor = suor.”
 KATSUTA/JOHNSTON
Sem dúvida que é bom manter a posição. Vai ser muito difícil. Vamos tentar continuar a esforçar-nos. Eu podia atacar um pouco mais, mas ao mesmo tempo também fiz alguns erros”.
 OGIER/LANDAIS
Ogier ficou sem intercomunicador. “Aconteceu algures na etapa. Não há muito (que possamos fazer), mudámos os pneus…”
 MUNSTER/LOUKA
Esta foi muito difícil. Estava a hesitar muito. Temos uma melhor posição na partida do que o tipo da frente, por isso, o Thierry tem de ir mesmo muito depressa. Temos de melhorar “.
 SORDO/CARRERA
Fiz toda a classificativa de Arganil sem o sistema híbrido. Perdi imenso tempo.”

 

 

- Publicidade -spot_img

Mais artigos

- Publicidade -spot_img

Artigos mais recentes

- Publicidade -spot_img