23.9 C
Porto
23.9 C
Lisboa
24.9 C
Faro
Sexta-feira, Julho 12, 2024

“Somos Todos Fráguas” sobe ao palco no fim de semana em Rio Maior

"Somos Todos Fráguas", com encenação de Rui Germano, é a mais recente produção teatral do Beleza Teatro. Subirá à cena nos dias 6 e 7 de julho, a partir das 21:30, no Cineteatro de Rio Maior

As mais lidas

Somos Todos Fráguas, é a nova criação de Rui Germano, para Somos Todos Um Rio, um projeto de teatro e comunidade alargado a todo o município de Rio Maior.
Este espetáculo conta com o apoio do Coletivo RG – Projeto Teatro Comunitário e foi desenvolvido na sequência do programa “Somos Todos um Rio”, uma parceria entre o Município de Rio Maior e o Beleza Teatro, que visa colaborar na programação, formação e criação artística local, com enfoque no envolvimento da sociedade civil nos processos e produtos artísticos, bem como na criação de novos públicos de teatro.
Somos Todos Fráguas, resulta dum trabalho de pesquisa orientado pelo encenador Rui Germano na freguesia de Fráguas, onde  ouviram as pessoas daquela comunidade e onde ficaram a conhecer aspetos identitários da freguesia contados pelos seus próprios habitantes.
Somos Todos Fráguas

6 e 7 de Julho, 21.30h Cineteatro de Rio Maior.

Direção e Encenação

Rui Germano
Assistente de Encenação
Claudia Arroja
Com:Ana Piedade, Ângela Carreira, Clara Lopes, Conceição Couvaneiro, Diogo Oliveira ,Guadalupe Vargas, Guiomar Vargas, Inês Ferreira, Isabel Vasconcelos, Luísa Monteiro, Mariana Carvalho, Maria João, Miguel Santos, Mi Santos, Nélia Vitorino, Ricardo Santos, Rute Gomes, Tânia Salcedas, Tiago Santos, Teresa Solnado, Vicente Feitor.
Técnicos:Pedro Batista e Tiago Fernandes
Vídeo:Tiago Fernandes
Caracterização: Ana Pinto Makeup and Beauty.
Participação Especial:
Jorge Loureiro
Coletivo 2040: Evol2040, BVRT
Promotores:
Município de Rio Maior
RG Projeto de Teatro e Comunidade
Beleza Teatro
Hoje tudo se perdeu. Desde a preparação do terreno até à apanha é tudo feito por máquinas. Os grandes investimentos na agricultura resultaram em grandes explorações, e a cultura do milho é toda mecanizada. Por isso, é importante chamar os mais velhos para mostrar aos mais novos as tradições do passado.”
- Publicidade -spot_img

Mais artigos

- Publicidade -spot_img

Artigos mais recentes

- Publicidade -spot_img