16 C
Porto
19.2 C
Lisboa
22.9 C
Faro
Domingo, Julho 14, 2024

Os Enjeitados – Por Joaquim Marques

As mais lidas

Joaquim Marques
Joaquim Marques
Técnico de Turismo

Enjeitados? Estranhando, talvez o termo, perguntam os leitores: o que é isso?

Segundo “o dicionário”, poderia usar palavras como preterido, rejeitado, reprovado ou até uma espécie de novos miseráveis, mas não seria a mesma coisa, pois não?

E quem são os enjeitados? Nada menos que as pessoas que estão válidas e com competências para trabalhar, mas que o mercado laboral enjeita! Mais comumente: rejeita!

E esta lamentável situação aplica-se aos jovens e aos menos jovens, embora com diferentes motivos para a rejeição…
Relativamente aos jovens, talvez com receios da chamada revolta juvenil, o discurso político está sempre presente, embora nem sempre com os resultados pretendidos, como podemos facilmente constatar. Quantos aos “velhos” já nem importância terão para figurar nos discursos oficiais…

Claro que há medidas que pretendem o combate ao desemprego e precaridade que podemos consultar no site do IEFP entre outros e que são destinadas aos jovens e aos menos jovens, aos desempregados de curta ou longa duração.
Elenco algumas: Medida Ativar.pt, Compromisso Emprego Sustentável, Programa Avançar. São de uma diversidade bastante abrangente, embora nem sempre com a eficácia pretendia.

Grassa por aí uma ideia (bem realista…) de que para conseguir trabalho, o jovem terá de ter a experiência de um trabalhador sénior, enquanto a este, com a sua vasta experiência, se exige o milagre de ser jovem novamente! Serão os partidários da expressão “Oh tempo volta para trás”?? Ou conhecem alguma fonte da juventude?

Isto para não falar dos vencimentos maravilha que têm amabilidade de conceder e que são quase integralmente absorvidos pelos custos de habitação, isto se não for tão pequenino que dará apenas para um quarto… depois queixam-se de que os jovens portugueses são dos que mais tarde saem de casa dos pais, quase aos 29 anos, ou que os mais velhos são obrigados a retornar a casa dos pais!

Talvez fosse importante lançar uma campanha para mudança de mentalidades de quem contrata, pois dizem que há muita falta de mão de obra! Será mesmo assim?? Ou vamos continuar a enjeitar pessoas válidas para o mercado de trabalho??

- Publicidade -spot_img

Mais artigos

- Publicidade -spot_img

Artigos mais recentes

- Publicidade -spot_img