8.5 C
Porto
Quinta-feira, Maio 23, 2024

Museu de Lanifícios assinala Dia Internacional dos Museus com atividades especiais

O Museu de Lanifícios, na Covilhã, prepara-se para celebrar o Dia Internacional dos Museus, em 18 de maio, com um programa de atividades que visa envolver a comunidade e celebrar a tradição têxtil da região, reconhecendo também o seu potencial para um futuro sustentável.

As mais lidas

O tema deste ano “Museus, Educação e Investigação” sublinha o papel fundamental das instituições culturais na oferta de uma experiência educativa holística e num olhar para um mundo mais consciente, sustentável e inclusivo. Neste sentido, o Museu abre as suas portas e divulga também pela comunidade alguns resultados do projeto de investigação em curso REVIVE (2022. 01243.PTDC) – Os Fios do Passado a Tecer o Futuro: As cores da Real Fábrica de Panos da Covilhã, 1764-1850.

Imagem2 MuseuDeLanificios DIM24 2
Direitos Reservados

Portas abertas e visita guiada – um convite à descoberta
Neste dia, o Museu de Lanifícios abrirá as suas portas gratuitamente ao público, das 10:00 às 13:00 e das 14:30 às 18:00, oferecendo a oportunidade de explorar as suas exposições permanentes e temporária. Nesta jornada, os visitantes poderão conhecer a história da indústria têxtil na região, desde as técnicas ancestrais de transformação da lã até à inovação industrial. Para quem desejar aprofundar a experiência, às 11:00 terá lugar uma visita guiada à Real Fábrica de Panos e à Real Fábrica Veiga, os dois núcleos do Museu. A participação na visita guiada é gratuita e por ordem de chegada, não sendo necessária inscrição prévia.

Workshop de «Tinturaria Natural: as Cores da Ribeira»
Neste workshop, das 10:00 às 13:00 e das 14:00 às 18:00, os participantes terão a oportunidade de aprender a extrair corantes de plantas e de explorar antigas receitas de mestres tintureiros franceses, atualmente em estudo no âmbito do projeto de investigação REVIVE. A recolha das plantas será feita segundo princípios de colheita sustentável, nas margens da ribeira da Goldra.

Com os corantes extraídos, os participantes irão tingir lã, criando a paleta pictórica da ribeira. Ao descobrir plantas tintórias e outras, cada participante criará um pequeno caderno de campo onde constará a planta, a respetiva cor obtida e a receita de tinturaria realizada.

Imagem1 MuseuDeLanificios DIM24 2
Direitos Reservados

Marta Leite, doutoranda em Media Artes na Universidade da Beira Interior, com o apoio de Andreia Félix, técnica têxtil do Museu, propõem com esta atividade um exercício exploratório de tinturaria sustentável, que relaciona o conhecimento ancestral com a atual geografia e preocupações ecológicas.
Esta atividade é desenvolvida no âmbito do projeto «Rota da Lã EDUCA», com o financiamento do Turismo de Portugal e apoios da Burel Factory e investigadores do projeto REVIVE. É gratuita, com vagas limitadas mediante inscrição em muslan@ubi.pt.

AGENDA GERAL | 18 de maio de 2024
Entrada livre: das 10:00 às 13:00 e das 14:30 às 18:00 (Núcleo da Real Fábrica de Panos e Núcleo da Real Fábrica Veiga
Visita guiada: 11:00 (a partir da Real Fábrica de Panos)
Workshop de «Tinturaria Natural – as Cores da Ribeira»: 10:00 às 13:00 e das 14:00 às 18:00 (Oficina Têxtil – Real Fábrica Veiga)

- Publicidade -spot_img

Mais artigos

- Publicidade -spot_img

Artigos mais recentes

- Publicidade -spot_img