8.5 C
Porto
Quinta-feira, Maio 23, 2024

Gaia – “Trajar em tempos idos” com livro e exposição

A história local de Vila Nova de Gaia acaba de enriquecer com mais um instrumento da vida colectiva que conta, em forma de livro, a evolução dos trajes em tempos idos.

As mais lidas

Maria Paulo
Maria Paulo
Jornalista free-lancer

 A obra da Federação das Colectividades de Vila Nova de Gaia (FCVNG) foi apresentada no passado sábado e é complementada por uma exposição que estará patente até 26 de Maio, todos os dias entre as 14:00 e as 18:00, no Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner.

IMG 5098 scaled
Paulo Rodrigues, Presidente da Federação das Coletividades de Vila Nova de Gaia, apresenta livro de Isabel Lacerda. A autora está ao centro, entre Eduardo Vítor Rodrigues, à direita na foto, Presidente da Câmara e César de Oliveira, Presidente da Assembleia Geral da Federação das Coletividades. Direitos Reservados

«Este livro demonstra a dedicação colectiva do movimento associativo à sociedade. Deve ser homenageado este trabalho voluntário que junto tantas pessoas em torno de uma obra que contribuiu para a nossa historiografia», afirmou o presidente da Câmara Municipal, Eduardo Vítor Rodrigues, na cerimónia de apresentação do livro “Vila Nova de Gaia – o seu trajar em tempos idos”, que resultou de dois anos de dedicação de Isabel Lacerda, dirigente da FCVNG.

Isabel Lacerda regozijou-se com a presença do autarca «dentro do folclore que só tem gente bonita» e disse, de forma emotiva, que «este livro pretende enaltecer a cultura portuguesa e mostrá-la aos vindouros».

Já a exposição, que resultou da recolha e pesquisa de vários anos, é constituída pelo espólio pessoal de Isabel Lacerda que, na ocasião, o ofereceu à Câmara Municipal de Gaia «para ficar num lugar permanente onde todos possam visitar».

O presidente da FCVNG, Paulo Rodrigues, enalteceu a autora do livro e da exposição, afirmando que «este é o dia de reconhecimento pela pessoa que é, pela associada e dirigente que é e por tudo quanto tem feito pela comunidade».

Na ocasião, Paulo Rodrigues fez uma pequena retrospectiva do percurso do livro, elaborado no âmbito das comemorações do 25º aniversário da Federação das Colectividades de Vila Nova de Gaia, destacando as parcerias iniciais com as juntas de freguesia de vários grupos folclóricos de diferentes freguesias, até ao apoio da Câmara Municipal de Gaia.

Por seu turno, o presidente da Assembleia Geral, César Oliveira, destacou a importância e a pujança das colectividades, tendo aproveitado aquele momento especial para reivindicar do presidente da Câmara a «criação um estatuto de reconhecimento efectivo do movimento associativo».

Eduardo Vítor Rodrigues inaugurou, depois, a exposição com a mesma denominação, tendo como companhia os vereadores Paula Carvalhal e Elísio Pinto, os directores do Auditório Municipal de Gaia e da Biblioteca Municipal de Gaia, respectivamente a Manuel Filipe e Abel Barros.

IMG 5049 scaled
Direitos Reservados

Vila Nova de Gaia – o seu trajar em tempos idos” visa aumentar a notoriedade do folclore, enquanto expressão de cultura de um povo, e promover a compreensão do traje regional, em particular do Douro Litoral.
O evento foi abrilhantado pela actuação da Escola de Música de Perosinho e inseriu-se no âmbito das comemorações do 25º aniversário da Federação das Colectividades de Vila Nova de Gaia.

Texto e fotos: Maria Paulo

- Publicidade -spot_img

Mais artigos

- Publicidade -spot_img

Artigos mais recentes

- Publicidade -spot_img