23.9 C
Porto
23.9 C
Lisboa
24.9 C
Faro
Sexta-feira, Julho 12, 2024

Carta Aberta ao Presidente da Câmara do Porto – Por António Ferro

As mais lidas

Caro Rui,

conheci o meu amigo no “B Flat Jazz Club”, em Matosinhos que ainda consegui perdurar e perpetuar durante dezasseis anos…

Na verdade fiquei jucundo e álacre, quando fui informado que o meu amigo se iria candidatar a presidente da autarquia do Porto e, inclusivamente, estive na sua tomada de posse e, na altura, parabenizei-o e congratulei-o pessoalmente.

No momento em que o vi acumular a presidência com a cultura, assombrei-me, pois no Porto não faltam grandes agentes culturais que fariam um trabalho muito súpero e excedente ao seu.

Quando queremos ser omnipresentes e estar hodiernos em todas as frentes, por vezes não granjeamos… Tirando Deus, não tenho conhecimento de mais ninguém com esse predicado e condão… Já não lhe chega o afanoso e por vezes infrutífero papel, de ser presidente da segunda cidade do país? Porquê querer acumular a cultura ?…

Fiquei muito injucundo e tristonho, pois além de não o ter avistado no funeral do Avelino Tavares, também ninguém que o retratasse e simbolizasse. Não quero afirmar, porque de todo, não conheço a totalidade dos seus delegados…

E ontem, nesta homenagem ao grande Arnaldo Trindade. O Carlos Araújo, por acaso, substitui a autarquia?…Ou estão à espera que o Arnaldo nos deixe fisicamente?

E como estamos de Stop? Abre, fecha, fica a meio gás…

E a última estolidez, entupimento e lerdeza, infelizmente não posso atribuir competências, pois desconheço de onde essa brilhante ideia surgiu…Os músicos que tão bem alegram as ruas turísticas do Porto (Rua de Santo Catarina e Rua das Flores) e que criam o deleite dos turistas e dos transeuntes, têm que tocar sem amplificadores… para não incomodarem quem? Não me diga que no seu gabinete camarário, consegue ouvir as músicas que de lá tremulam…

Enfim, só posso mostrar a minha displicência e enfado, pelas suas escolhas “culturais” e fico merencório, pois a ideia com que fiquei, quando o senhor presidente era meu cliente no “B Flat”, desvaneceu-se completamente…

PS: É só para o informar que nos próximos dias, irei tocar para a rua e alguém da câmara que me venha importunar… Já tenho a linha direta com o CM, basta um telefonema…O Necas, baterista que trabalhou comigo com o Fernando Pereira, dizia sempre: – “Não queiram ver o Ferro em Brasa!!

Cumprimentos

António Ferro

- Publicidade -spot_img

Mais artigos

- Publicidade -spot_img

Artigos mais recentes

- Publicidade -spot_img