13.4 C
Porto
Quinta-feira, Maio 23, 2024

Boavista anula novo treino por exigências salariais dos funcionários do estádio

O Boavista cancelou hoje novo treino matinal, devido aos atrasos salariais denunciados pelos funcionários do Estádio do Bessa, no Porto, que repetiram o protesto efetuado na véspera pelos médicos do clube da I Liga de futebol.

As mais lidas

Fonte ligada ao processo confirmou que os funcionários se escusaram a abrir as portas das instalações do emblema ‘axadrezado’, impossibilitando o conjunto treinado por Petit de aceder ao relvado contíguo ao recinto, local onde costuma treinar.

No sábado, a administração da Boavista SAD tinha liquidado os vencimentos em atraso solicitados pelos profissionais do departamento médico do clube, cuja indisponibilidade conduziu ao cancelamento do apronto nas horas prévias à receção ao Famalicão (2-2).

Além de Petit, o presidente dos ‘axadrezados’, Vítor Murta, reconheceu recentemente a existência de salários em atraso na estrutura do emblema portuense, que até esteve impedido pela FIFA de inscrever novos futebolistas na janela de transferências de verão.

Oficializado na terça-feira como reforço do QPR, do escalão secundário inglês, o defesa norte-americano Reggie Cannon tinha rescindido de forma unilateral com o Boavista em junho, alegando ordenados em atraso, com o processo a seguir para a FIFA e para os tribunais comuns, que irão deliberar sobre a justa causa e uma eventual indemnização.

O Cidadão/Lusa
.

- Publicidade -spot_img

Mais artigos

- Publicidade -spot_img

Artigos mais recentes

- Publicidade -spot_img