8.5 C
Porto
Quinta-feira, Maio 23, 2024

Até já, Mister Sérgio Conceição!

As mais lidas

Amaro F Correia
Amaro F Correia
Docente na Atlântico Business School/Doutorado em Ciências da Informação/ Autor do livro " Governação e Smart Cities"

Sou o sócio número 5045 e felicito o novo Presidente do FC Porto, desejando as maiores felicidades e títulos para o Clube, André Vilas Boas. Só será o meu Presidente se provar que tem qualidade, de outra forma, incentivarei a novas eleições, até repor a mística e o ADN Porto.

Ouvi e li muitos(as) por todo o lado, mas não sou hipócrita, nem fujo às responsabilidades de quem apoio ou não, nem me escondo nas redes sociais, com receio da opinião. Defendo a liberdade de expressão, a democracia, que para mim, é um bem inalienável que o 25 de Abril deixou como legado.

Reafirmo que os meus artigos foram no sentido da união e de resguardar a imagem do Presidente Pinto da Costa. Não tive, desde Novembro de 2023 e ao longo destes meses, dúvidas de que o AVB ganhava as eleições, depois daquela vergonhosa Assembleia Geral de 13 de Novembro. Foi muito má a imagem, de todos, inclusive do Presidente Pinto da Costa que poderia ter posto fim “à macacada” com uma palmada no púlpito, apelando à calma…

Demiti-me da candidatura da lista C, apelei a união das listas, porque pressenti que isto aconteceria. A noite de 27 para 28 de abril foi uma noite difícil, em que o sono não me pegou e “corri atrás do sono” a noite toda. É vida, custou-me, não pela mudança que seria inevitável, um dia, mas gostaria que Pinto da Costa não saísse pela porta pequena, depois de 42 anos disto…

Apelo à serenidade e ao tempo que o novo Presidente necessita para conhecer a “salsada de contas”. Aguardo a auditoria prometida, com dados, unicamente expostos em AG de sócios e não na praça pública, para perceber se o que corria nas redes sociais é verdade: pagamento de 1 milhão de euros/ano a uma sociedade de advogados; se o FCPorto pagava as contas de uma filha de um administrador da Porto Canal; se as fraldas e a cerelac de um filho do administrador era pago com cartões de crédito, etc, etc…

Tenho o direito de saber tudo, como sócio e AVB prometeu esclarecer. Vou dividir a minha opinião sobre o presente e o futuro em 5 partes: Pinto da Costa; André Villas-Boas, Sérgio Conceição, colaboradores FC Porto e associados.
1 – Pinto da Costa – Não me resta acrescentar mais sobre o que já escrevi. Facilitou, foi displicente e não preveniu a tempo, os problemas. Erros crassos, infantis: não ter intervindo na AG a apaziguar; não percebeu os tempos das novas gerações; as claques, neste formato, são erros crassos – o Sporting e Benfica já o tinham “avisado”; escolheu gente para a sua lista, comprometida com ganhos sem futuro: Kholer e Pedro Pinho com o filho Alexandre (escondido); Namora, deveriam investigar os seus constituintes e ligações – são públicas; um A. Dias que morreu e ressuscitou; um Lourenço exumado; etc, etc. Muito mau para quem tem experiencia de vida clubística. Pinto da Costa foi um “anjinho” ao endeusar um idiota que vive (como outros) a custa do clube e promove, por intimidação, os associados. Todos vimos nas Tv´s e quem esteve na AG. Afirmar que o admira é, no mínimo, doentio. Aguardo explicações de tudo o que se soube por canais digitais, lido na Net e em telefonemas de amigos meus ligados à candidatura de AVB, que fui ouvindo e registando. Lamento que a saída tenha sido assim.
2- André Vilas-Boas – Não o conheço, não me revi na sua campanha – disse-o desde o início – comprometo-me a afirmar que muitos, no dia 28 de abril, postaram na net o seu apoio, mas não “tiveram coragem” para o fazer publicamente, antes ou durante…. Não são portistas, mas sim oportunistas. Normal, no mundo de hoje, despido de valores e princípios. Sinceramente, não é o meu Presidente, é o Presidente de 20 mil associados, mas soube interpretar os princípios de comunicação. Boa e assertiva. Arrumou, cirurgicamente, as claques. Saberemos, no futuro,  com a ajuda de quem, mas saberemos e será escrutinado. Espero que me convença, como meu Presidente, no 1º ano. Sei que a estratégia, agora, será para distrair, com as contas na rua, para a comunicação dispersar os associados, mas comigo não colherá, porque votou contra as contas do clube. Por isso, leu os relatórios.
3-Sérgio Conceição – É o meu Treinador e, provavelmente, o meu próximo Presidente. Não tem hipótese e tem de sair do clube, porque não tem margem para continuar. O Presidente da borla, pode acumular funções como treinador, já agora, a custo Zero. Abraço Sérgio, mas percebo o significado e o apoio ao Pinto da Costa. Lamento este desfecho.
4-Colaboradores Internos – Muitas das informações que me chegavam aos ouvidos e que eram escritas, na net, eram associadas a fugas de informação internas. É estranho e um momento difícil, de confiança, para continuar. Espero que tenham os ordenados em dia.
5- Associados – Fizeram um escolha democrática, racional, menos emocional. Compreendo, o nosso caminho é o FC Porto. Espero que tenham o mesmo discernimento para perceber o caminho do novo Presidente e no FC Porto, já que nunca foi preciso escondermo-nos de ter opinião. Nunca. Se têm medo compram um cão.

Dedico esta minha reflexão a dois amigos, apoiantes de Andé Villas-Boas, que tentaram, mas não me demoveram, mas que podem ser uteis ao FC Porto no futuro desta equipa, pela sua coerência, valores e princípios além da seriedade:
Dr. Ernesto Lareth – meu amigo, há 40 anos e por consequência, ao seu Pai Jorge Lareth, que me deixa saudades das nossas longas conversas.
Empresário Miguel Passos da MP Automóveis, em Mindelo – Desde a primeira hora, obsessivamente, apoiante do ABV. Grato pela amizade e conversas sustentáveis.
Nota Final: Abstive-me nestas eleições, em consciência, pelas razões que expus e por coerência,… mas estava ausente do Porto.

- Publicidade -spot_img

Mais artigos

- Publicidade -spot_img

Artigos mais recentes

- Publicidade -spot_img